Minério de Moncorvo pode chegar a Leixões por via fluvial
A MTI - Ferro de Moncorvo, SA, concessionária das minas de ferro de Torre de Moncorvo, defendeu a via fluvial como a melhor solução de transporte do minério para o porto de Leixões.

"O transporte por via fluvial é aquele que, neste momento, apresenta melhores condições, quer do ponto de vista económico, quer dos impactes, quer da operacionalidade", referiu o responsável da concessionária MTI - Ferro de Moncorvo, SA, Carlos Guerra.

A fonte referiu que o transporte fluvial poderá ser complementado com o ferroviário já que, durante cerca de dois meses por ano, a navegabilidade no rio Douro está interdita.

A empresa e os seus parceiros apresentaram hoje um modelo de barcaça movida a gás, num projeto destinado a evitar impactos ambientais negativos na zona classificada do Douro Vinhateiro.

As barcaças foram projetadas para ultrapassar as quatro eclusas do rio Douro até ao porto de Leixões, num percurso estimando em 160 quilómetros.

O projeto de transporte fluvial prevê ainda a construção de um cais na zona do Pocinho, no concelho de Vila Nova de Foz Côa.

NL APP

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA