FMI alerta para necessidade de renegociar contratos com concessionários dos portos
O FMI (Fundo Monetário Internacional) salientou que as reformas já realizadas com o intuito de aumentar a concorrência e baixar os preços em setores essenciais, como os portos ou a energia, não tiveram os resultados necessários.

 No relatório do FMI pode ler-se que as “reformas do mercado de produto” tiveram resultados mistos “até agora”. “Há rigidez de preços significativa em algumas áreas”, acrescenta o FMI, visando os custos impostos às empresas pelos portos.

 Sobre esses custos, os técnicos do FMI defendem que “os benefícios das reformas no sector dos portos ainda têm de ser passados aos utilizadores”, pelo que “a renegociação de contratos com os actuais concessionários serão necessários para garantir resultados tangíveis nesta área”.

Cargo news online

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA