TCL teve um crescimento efectivo de 5,3% em 2013, adianta a administração
Terminado o ano de 2013 apraz-nos registar que o TCL teve um crescimento efetivo de 5,3% nos contentores movimentados no Terminal, não obstante a comparação factual entre os anos de 2013 e 2012 revelar um decréscimo de 2,6%.

Não negando a realidade dos dados cumpre-nos, todavia, explicar a diferença de perspectiva, lembrando que na parte final de 2012 um volume significativo de contentores, que estimamos em 30 000, transferiu-se, momentaneamente, para o Porto de Leixões devido à greve no Porto de Lisboa.

Ora a verdade é que a normalização progressiva da situação do Porto de Lisboa devolveu, àquele porto, os contentores que, em solução de recurso, tinham utilizado o Terminal de Contentores de Leixões, em 2012.

Entendemos assim que para uma análise rigorosa do desempenho do TCL, em 2013, devemos apreciar os dados para além da mera factualidade, descendo à substância, comparando, portanto, o mercado efetivo do TCL, em 2012 (sem 30 000 contentores) com o de 2013.

Deste modo, chegamos ao crescimento de 5,3% acima revelado o qual, em bom rigor, reflete a confiança que Armadores e demais Agentes Económicos continuam a dispensar ao TCL e ao Porto de Leixões, pelo seu desempenho, fruto dos atempados e elevados investimentos realizados, salutares relações laborais entre as partes e permanente disponibilidade para encontrar soluções adequadas ao cada vez mais competitivo e exigente transporte maritimo.

NL APP

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA