CE propõe modernização de mais de 300 portos; Lisboa, Leixões e Sines estão no lote
A Comissão Europeia colocou em marcha uma nova iniciativa que visa melhorar as operações portuárias e as conexões em 319 portos marítimos, entre os quais os portos de Leixões, Lisboa e Sines.
 Esta iniciativa tem em consideração que 74% das mercadorias que entram e saem da Europa são feitas por transporte marítimo mas que três quartos desses bens são movimentados em três portos: Roterdão, Hamburgo e Antuérpia. As novas propostas pretendem reduzir estas discrepâncias e também poupar à economia europeia cerca de 10 000 milhões de euros até 2030, contribuindo também para novas conexões marítimas de curta distância.
 “As linhas de orientação e as alterações jurídicas propostas ajudarão os operadores portuários a modernizarem os seus serviços e instalações e conferir-lhes-ão maior autonomia financeira”, refere a CE em comunicado, acrescentando que o "desequilíbrio no desempenho dos portos traduz-se em congestionamento e em custos adicionais para os carregadores, os operadores de transporte e os consumidores”.
Siim Kallas, Comissário Europeu para a Mobilidade e Transportes, refere que "já contamos com algumas das melhores instalações [portuárias] do mundo e devemos conservá-las".
 O plano de modernização insere-se no âmbito do novo quadro comunitário de apoio que irá vigorar no espaço comunitário entre 2014 e 2020, estando ligado com o projeto das Redes Transeuropeias de Transportes.
 De acordo com o Diário Económico, o Governo português quer ainda colocar o porto de Aveiro no grupo dos portos em consideração.

Cargonews online 28.05.2013

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA