Lisnave reparou 101 navios em 2012
A Lisnave manteve o volume de atividade em 2012, comparativamente com 2011, tendo reparado 101 navios, de 60 clientes oriundos de 23 países, o que comprova o resultado do esforço de dinamização da atividade efetuado pelo estaleiro português a nível internacional, revelou a empresa ao Expresso.
O maior fluxo de trabalho foi encomendado por empresas de Singapura, que contrataram a reparação de 22 navios, seguindo-se a Grécia, com 15 navios. Chipre, com dez navios, o Japão com nove, a Dinamarca com sete e a Alemanha com cinco navios foram os países com maior número de reparações efetuadas na Lisnave.
O maior cliente do estaleiro português foi a Unicom Managements Services, de Chipre, que docou sete navios. Seguiram-se as empresas AET Eagle Shipmanagement e a AP Moller - Maersk que entregaram seis navios cada uma para reparação.
Outras reparações importantes também foram feitas em cinco navios da Tsakos Columbia Shipmanagement e da Dampskibsselskabet .
Entre as maiores obras de reparação naval - por categorias de navios -, a Lisnave reparou 66 petroleiros, 12 graneleiros e 10 porta-contentores.

NL APP

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA