Lisnave reparou 77 navios nos primeiros nove meses do ano
Nos primeiros nove meses de 2012, a Lisnave Estaleiros S.A. reparou 77 navios oriundos de 46 clientes de 17 países. Apesar da conjuntura mundial pouco favorável à atividade de reparação naval, a Lisnave conseguiu manter um interessante nível de trabalho.
Singapura, com 17 navios e Grécia, com 13, são os países com mais navios reparados nos estaleiros da Mitrena, entre Janeiro e Setembro de 2012. Chipre, com oito navios, o Japão com sete e a Alemanha com cinco, são outros países a destacar, bem como a Dinamarca, a Espanha e a Noruega, com quatro navios cada.
Outro indicador que a Lisnave considera importante destacar é o chamado “repeated business”, ou seja, diversos clientes de todo o mundo continuam a confiar a responsabilidade da reparação/manutenção dos seus navios aos estaleiros da Mitrena, reconhecendo, assim, a qualidade do trabalho ali desenvolvido.
Por exemplo, só entre Julho e Setembro, a AET Eagle Shipmanagement entregou três navios para reparação nos estaleiros da Lisnave e vai entregar mais um até ao final de 2012. Outras reparações importantes foram feitas em dois navios da Unicom Managements Services, que entregará mais um até ao fim do ano, e da Norden que entregou dois navios para reparação entre Julho e Setembro e entregará mais dois no último trimestre. De salientar ainda a reparação feita num navio da AP Moller Maersk que entregará nos estaleiros da Mitrena, até ao final do ano, mais três navios.
Devido ao know-how acumulado e reconhecido pelos clientes, a Lisnave aposta na reparação de vários tipos de navios, mas continuam a ser os segmentos tradicionais que contribuem de forma mais significativa para o total da atividade, nomeadamente os petroleiros. Nos primeiros nove meses de 2012, a Lisnave reparou 51 petroleiros, mas é igualmente de mencionar os trabalhos realizados em 11 graneleiros e sete contentores.

Newsletter APP 627

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA