Movimento de mercadorias nos portos nacionais cresceu 5,9% no 2º trimestre
Segundo dados revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o total de mercadorias movimentadas nos portos nacionais cresceu 5,9% no segundo trimestre de 2012 quando comparado com o período homólogo do ano passado. Ao todo foram movimentadas 17,9 milhões de toneladas entre abril e junho deste ano.
Sines destacou-se com um crescimento acentuado de 20,1%, em termos homólogos, mantendo o desempenho observado no trimestre anterior. Já os portos de Lisboa e Leixões sofreram ligeiras alterações face a período homólogo de 2011, se bem que com tendência contrária: +1,3% no porto da capital; -1,8% no porto leixonense.
No seu conjunto, os portos de Sines, Lisboa e Leixões representaram 77,1% do movimento total de mercadorias.
Também o porto de Aveiro registou crescimento no período em questão, com uma subida de 4,8%. Já os portos da Figueira da Foz e de Setúbal viram os seus números baixar 6,4% e 5,9%, respetivamente).
O INE refere ainda que houve uma evolução positiva de 8,6% verificada no tráfego internacional de mercadorias. O crescimento neste segmento, o qual representa 83,5% do movimento total, compensou a diminuição de 6,3% registada no tráfego nacional. Aqui, uma vez mais o destaque vai para o porto de Sines que acolheu a larga maioria do acréscimo verificado no tráfego internacional, com uma variação homóloga positiva de 22,8%.

NL APP

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA