Portos portugueses mais que duplicam lucros, para 35,5 milhões de euros
Depois de ter levado para casa 90% dos lucros gerados pelos portos em 2010, o Estado decidiu este ano ficar, na maioria dos casos, com 50% dos resultados.
Com a troika a pressionar o Governo para acelerar a reforma do sistema portuário, surgindo a alteração do modelo de gestão dos portos como prioritária, regista-se agora que o Estado decidiu baixar este ano para quase metade o encaixe dos lucros gerados pelas autoridades portuárias. Depois de ter levado para casa quase 90% dos lucros conseguidos por Leixões, Sines e Setúbal em 2010, este ano aprovou uma distribuição de dividendos da ordem dos 50% sobre os resultados líquidos obtidos pelos portos no último exercício.

NL APP

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA