Governação dos portos: Estudo mostra que modelo de fusão não é usado na Europa
Rui Moreira, presidente da Associação Comercial do Porto, refere que enviou um estudo ao primeiro-ministro que demonstra que em nenhum dos principais portos europeus existe o modelo de fusão, reiterando a necessidade da gestão autónoma das infra-estruturas portuárias.

À Lusa, Rui Moreira explicou que a Associação Comercial do Porto (ACP) mandou "fazer um estudo comparado relativamente ao modelo de governação dos portos europeus dos principais países", o qual demonstrou que "em nenhum desses países existe uma fusão dos portos, como chegou a ser admitida quer pelo anterior Governo, como terá sido admitida também pelo atual secretário de Estado das Obras Públicas".

"Aquilo que o estudo da Universidade Católica demonstra é que, bem pelo contrário, em cada um dos países os portos são complementares ou concorrentes entre si, havendo naturalmente depois uma coordenação, mas que não implica a fusão dos portos, aliás como a Associação Comercial do Porto tem reclamado", acrescentou o presidente da ACP, referindo ainda que o estudo foi enviado a Pedro Passos Coelho há cerca de 10 dias.

Cargo News 1239

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA