2011 - Portugal 848 escalas e 1.218.636 Turistas de Cruzeiros
Recorde de Escalas e passageiros desembarcados nos portos portugueses.
Com base nos dados disponibilizados pelos 5 portos portugueses, 2011 foi o ano com mais Escalas e mais Turistas de Cruzeiros que entraram nos portos e cidades de Portugal.

No Funchal entraram 540.180 cruzeiristas

A cidade do Funchal bate novo record, que já era seu e teve mais turistas em porto, tendo registado no ano em 2011, o número de record de 540.180 passageiros em 303 escalas, ao que não é alheio o crescimento dos turnaround no Funchal e o interface entre o porto de cruzeiros e o aeroporto que permite ao turista permanecer mais tempo na região no período pré ou pós-cruzeiro, tendo originado no seu conjunto um aumento de 10% no movimento de passageiros e de 3% no número de escalas.

Alexandra Mendonça, a recém-empossada Presidente do Conselho de Administração da APRAM confirmou os números recordes da Madeira tendo perspetivado 2012 como “um bom ano, pois deverá manter-se a tendência de crescimento, contando-se neste momento com 334 reservas.”

No ano de 2011, destaque também para o regresso dos navios de cruzeiro ao Porto Santo que recebeu seis escalas e 2.609 passageiros.

Porto de Lisboa recebeu mais de meio milhão


Lisboa detém o maior número de escalas e esse fato não são alheios os ainda 3 terminais disponíveis e 1.500 metros de cais acostáveis, reforçando assim a liderança nacional no número de escalas de navios.

Em 2011 o porto de Lisboa registou novos recordes no que respeita a atividade de cruzeiros, com 330 escalas e 502.644 turistas de cruzeiro, passando pela primeira vez a fasquia do meio milhão de passageiros. Estes valores, quando comparados com os de 2010, traduzem um crescimento de 12% em termos de passageiros (448 497 turistas contabilizados nesse ano) e de 10% ao nível das escalas.

O crescimento de 14% dos passageiros em trânsito foi o fator decisivo relativamente ao aumento do número total de passageiros, que de 395 884 aumentou para 453 280.

Em termos de escalas o aumento foi impulsionado quer pelo incremento de 10% do segmento de trânsito, que contabilizou um total de 232 escalas contra as 211 registadas em 2010, quer pelo aumento de 30% das escalas consideradas como turnaround parcial, que passaram de 33 para 43.


Em termos de escalas o aumento foi alanvacado quer pelo incremento de 10% do segmento de trânsito, que contabilizou um total de 232 escalas contra as 211 registadas em 2010, quer pelo aumento de 30% das escalas consideradas como turnaround parcial, que passaram de 33 para 43. nível das escalas. O crescimento de 14% dos passageiros em trânsito foi o fator decisivo relativamente ao aumento do número total de passageiros, que de 395 884 aumentou para 453.280.

Leixões com aumento de mais de 50%

A Norte, o Porto de Leixões registou um aumento de 52% dos passageiros em trânsito, atingindo o valor de 41.353 e igual percentagem no movimento global de passageiros.

É de realçar o aumento do valor da tonelagem dos navios em 63%, que vem confirmar a entrada do Porto de Leixões no segmento de procura dos navios de grande dimensão, fruto da entrada em funcionamento em Abril de 2011 do novo Cais de Cruzeiros, tendo até recebido em escala inaugural a 25 de Novembro um primeiro Cunard, o Queen Elizabeth com 294 metros de cumprimento.

Segundo a Administração do Porto de Leixões, as expectativas para 2012 são francamente positivas. São esperados cerca de 75 navios de passageiros, dos quais 42 navios terão mais de 200m de comprimento, o que trará a Leixões e ao Norte de Portugal cerca de “97.500 passageiros e 40.000 tripulantes."

Açores - Arquipélago com 94 escalas

Os Açores, geolocalizados entre a plataforma continental e os EUA tem limitações naturais em ligações regulares com outros destinos, mas é um ponto estratégico e paragem entre os continentes europeus e americano. Por outro lado a sua riqueza ambiental, cultural, etc e o rendilhado das suas ilhas permite que sobretudo os navios de menor dimensão possam visitar mais que uma ilha de cada vez e assim não só escalarem o Porto das Portas do Mar, em S. Miguel.

Nos últimos cinco anos, o impacto direto na economia regional foi de cerca de 10 milhões de euros, segundo Vasco Cordeiro, Secretário Regional da Economia.

Em 2011 foram realizadas 94 de escalas em todas as ilhas dos Açores, tendo trazido á região 87.009 turistas e ao Porto das Portas do Mar em concreto 56 escalas.

Durante o próximo ano, a Portos dos Açores SA, por comparação com o ano passado, prevê que o número de escalas de navios de cruzeiros aumente nos Açores de 94 para 133, sendo que o número de passageiros deverá chegar aos 113 mil (87 mil em 2011).

Segundo Vasco Cordeiro, o turismo de cruzeiros possui diversos atrativos para os Açores, como é o caso “dos grandes navios que tocam um porto ou dois durante um dia e que funcionam como uma podero

Infocruzeiros

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA