Luanda recebe o III Encontro de Portos da CPLP
Luanda acolhe hoje e amanhã o III Encontro de Portos da CPLP, juntando responsáveis das administrações portuárias de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, S. Tomé e Príncipe e Timor.
Aprofundar as relações de trabalho e de cooperação, incrementar as relações comerciais entre os portos e contribuir para melhorar as relações de transporte e comerciais entre o conjunto de países de língua portuguesa são os objectivos primaciais do encontro.
José Luís Cacho, Presidente da Associação dos Portos de Portugal (APP), dá especial relevo à vertente económica do encontro.
“A CPLP tem uma marca específica, muito vincada, relacionada com os intercâmbios culturais, também no que concerne à educação. São conquistas muito positivas, mas interessa ir mais além, por exemplo na economia. O objectivo primacial do III Encontro de Portos da CPLP tem a ver com a vertente económica. O aumento das relações comerciais entre os portos da CPLP é, para nós, fundamental” – afirma José Luís Cacho, acrescentando:
“A cultura e a educação precisam de uma base sólida da parte da economia. O incremento das trocas comerciais entre os portos da CPLP é possível e desejável, para o bem-estar de todos os países envolvidos.
Do encontro preparatório que realizámos em Cabo Verde, no passado mês de Setembro, ficou a convicção de que o objectivo que referimos é partilhado por todos, e não apenas pelos portos portugueses”.

Alavancar as relações entre os países de espressão portuguesa
Para Luís Cacho “urge consolidar a vertente económica na CPLP. Sabemos que tal não se consegue apenas através da participação das administrações portuárias. Mas temos consciência de que o contributo delas é muito importante na alavancagem das relações comerciais entre os diversos países que integram a CPLP”.
O III Encontro de Portos da CPLP acontece no momento em que a APP se apresenta com uma nova imagem corporativa, já visível no novo portal da associação, disponível em www.portosdeportugal.pt.
“Decidimos lançar o novo portal da APP nesta data, dando assim outra solenidade à iniciativa que desencadeámos há meses atrás. Sendo, hoje, a web, a maior vitrine mundial para todo o género de actividades, os portos portugueses, através da sua associação, não poderiam ignorar esta realidade. Falo da web em geral e das redes sociais, em particular. A APP passa, a partir de agora, a estar presente também no Facebook, no Twitter e noutros recursos de inegável valia para a promoção dos portos portugueses” – adianta José Luís Cacho.

Primeiro em Portugal...
O primeiro encontro de Porto da CPLP, aconteceu em Portugal, em Setembro de 2008, nas instalações do Porto de Leixões, responsável pela organização. O evento lançou as bases para uma relação articulada de cooperação entre os principais portos dos Países de Língua Portuguesa. Participaram no Encontro representantes de todos os portos portugueses, dos portos de Angola (Luanda, Lobito e Cabinda), dos portos do Brasil (Rio de Janeiro e Pará), dos portos de Cabo Verde (ENAPOR), do porto de Bissau, da Guiné-Bissau e dos portos de S. Tomé e Príncipe (ENAPORT), além de participantes de empresas de diferentes sectores de actividades ligadas aos portos.

... e depois no Brasil
O Brasil sediou, em Dezembro de 2009, na cidade de Fortaleza, o II Encontro de Portos da CPLP. O encontro destinou-se a “discutir inovações tecnológicas e propostas de reformulação dos portos tornando possível a troca de informações e experiências entre profissionais do sector portuário”.
Participaram no Encontro representantes de vários portos brasileiros, dos portos de Angola (Luanda), dos portos de Cabo Verde (ENAPOR), do porto de Bissau, da Guiné-Bissau, dos portos de Moçambique (Nacala), dos portos portugueses (Leixões, Aveiro, Lisboa, Setúbal e Sines) e dos portos de S. Tomé e Príncipe (ENAPORT), além de participantes das empresas, brasileiras e portuguesas, de diferentes sectores de actividades ligadas aos portos.

Cargo news 871

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA