Portos angolanos vão receber meios e equipamentos para segurança marítima

O governo angolano vai adquirir seis lanchas rápidas e três rebocadores multi-funcionais destinados aos portos do país, no âmbito do programa de modernização dos portos e garantia da segurança marítima.
Os referidos meios e equipamentos vão servir igualmente para prevenção e protecção contra os derrames e combate a incêndios no alto mar, assim como serão utilizados para proteger melhor as fronteiras marítimas do país
As referidas lanchas e os equipamentos servirão para dar resposta as recomendações da Organização Marítima Internacional em relação aos serviços de busca e salvamento em alto mar. Destinam-se a Cabinda, Soyo (Zaire), Lobito (Benguela), Porto Amboim (Kwanza Sul), Namibe e Luanda. Os três rebocadores serão distribuídos para outras zonas regionais, tais como a região norte (Cabinda e Zaire), Kwanza Sul, Namibe, Porto do Lobito (Benguela). O último terá como base Luanda, uma zona com maior densidade populacional e a de maior movimento portuário do país.
Está é a primeira vez que o governo angolano faz um investimento deste género.

Cargo news 383

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA