Angola: Porto de Luanda terá investimento de 56,5 milhões de dólares
Os trabalhos de modernização em curso no Terminal de Contentores II, no porto de Luanda, no curto prazo, irão reduzir os congestionamentos de navios ao longo da costa da capital angolana , de acordo com o coordenador da comissão de gestão da Agência Nacional de Investimento Privado (ANIP).
No final de uma cerimónia que teve a assinatura de um contrato de investimento no valor de 56,5 milhões de dólares pela empresa de gestão de terminal Sociedade Gestora de Terminais (Sogester) e ANIP, Aguinaldo Jaime disse que era fundamental para o país ter instalações portuárias eficientes, para que os navios não tenham estadias prolongadas que podem afectar a qualidade dos serviços e o prejuízo dos consumidores.  Angola , disse ele, é essencialmente um país importador apesar de passar por um processo de desenvolvimento da sua economia, acrescentando que "temos de continuar, por algum tempo, a ser um país mais importador que exportador".
Por seu turno, o director-geral adjunto da Sogester, Anatólio Barreira, observou que o investimento tinha tornado possível empregar novos funcionários e contribuiria para melhorar as condições de trabalho no Terminal II e reduzir o tempo de espera dos navios no porto de Luanda. Segundo Barreira , o investimento foi principalmente destinado a reformar e modernizar as secções do porto de Luanda e infra-estrutura de movimentação de cargas de importação -moderna de lidar com a carga mais eficiente.
A Sogester é uma joint-venture detida pela angolana Gestâo de Fundos (49%), APM Terminals (40%) e Maersk Line (11%).

Cargo News 803

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA