Shell vai construir o maior navio do mundo
O grupo petrolífero Shell prepara-se para investir 5 mil milhões de dólares num navio gigante, que será o maior navio jamais construído. Medirá cerca de 500 metros de comprimento e terá uma arqueação bruta de 600 000 toneladas.
Trata-se de uma unidade flutuante de transformação, ou melhor, de liquefação de gás natural. Com ele a Shell espera marcar pontos na exploração de jazigos de gás natural em meio marinho, evitando desta forma a construções de custosos oleodutos desde as jazidas até terreno firme.  A multinacional holandesa vai utilizar este método inédito, baptizado Floating Liquefied Natural Gas (FLNG), transformando a bordo o gás "gasoso", passe o pleonasmo, em gás natural liquefeito, pelo seu arrefecimento a - 160ºC. A companhia ganhou recentemente a exploração de uma importante jazida de gás natural na Austrália, que já se revelou ganhador em dois campos – o Prelude e o Concerto. O gás natural é o combustível fóssil que reinará provavelmente nas próximas décadas, face ao previsível esgotamento das reservas do petróleo.

Cargo news 619

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA