APRAM está ameaçada de falência técnica
A Administração de Portos da Região Autónoma da Madeira (APRAM) voltou a registar prejuízos, fechando o ano de 2008 com um resultado líquido negativo de 16,8 milhões de euros, incorporados nos resultados transitados, que hoje representam 56,6 milhões de euros negativos, revela o Diário de Notícias da Madeira.
Sem dar sinais de inversão do desequilíbrio estrutural da empresa, a Portos da Madeira viu o seu passivo aumentar em 4,4%, totalizando 227 milhões de euros, continua o jornal, referindo que "os proveitos gerados são insuficientes face aos custos operacionais, nos quais as amortizações têm um impacto determinante. A manter-se esta situação, a prazo, pode-se colocar em causa o princípio da continuidade das operações, porque os capitais próprios vão sendo progressivamente absorvidos pelos prejuízos, situação que à luz do actual artigo 35.º do Código das Sociedades Comerciais, relativo à perda de metade do capital, coloca em causa a viabilidade da sociedade.

Cargo News 617

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA