2016 trouxe movimentação recorde de 2,74 milhões de TEU

Os dados da AMT hoje divulgados também mostram um ano recorde nos Portos do continente no que à movimentação contentorizada diz respeito. No total, em 2016 foram movimentados 2,74 milhões de TEU, num crescimento de 6,4% face a 2015.

A AMT salienta que «este crescimento é verificado sobretudo nos Portos de Sines, Setúbal, Figueira da Foz e Leixões que apresentam um aumento de 13,6%, 29,2%, 15,6% e 5,6%, respectivamente». Por outro lado, o Porto de Lisboa teve uma quebra de -18,7%.

Também neste segmento o Porto de Sines reforçou a posição de líder do sector portuário nacional, sendo já responsável por 55,1% do total de TEU movimentados nos Portos do continente.

Quanto às escalas de navios de diversas tipologias, os Portos do continente registaram um total de 10.812 escalas, menor em número (-0,5%) face a 2015 mas maior em arqueação (+4,7%). A AMT salienta que «a diminuição do número de escalas resultou principalmente do Porto de Lisboa, que registou -309 escalas, -11,9% face a 2015».

O Porto de Leixões foi mesmo aquele que recebeu mais escalas em 2016, seguido por Sines, Lisboa e Setúbal.
Já em relação aos restantes mercados das cargas movimentadas, 2016 trouxe variações positivas nas classes de Carga Geral e de Granéis Líquidos (+7,6% e +7,3%, respectivamente), e uma variação negativa de -3,6% na classe dos Granéis Sólidos.

O mercado da Carga Contentorizada atingiu um volume de cerca de 32,9 milhões de toneladas, +14%, bem como o mercado do Petróleo Bruto que movimentou cerca de 17 milhões de toneladas e ultrapassou o valor de 2015 em +22,2%.

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA