Dados da AMT confirmam ano de 2016 como o melhor de sempre para os Portos nacionais

Os dados oficiais da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) divulgados esta quarta-feira confirmam que o ano de 2016 foi mesmo o melhor de sempre para os Portos comerciais do continente, com um total de 93,9 milhões de toneladas de carga movimentada.

Os destaques dos dados da AMT vão para o segmento de contentores, com o registo «mais elevado de sempre» e para a performance individual do Porto de Sines que «viu a sua quota de mercado aumentar para 54,5%, destacando-se novamente como líder no sistema portuário».

Assim, entre Janeiro e Dezembro do ano passado, os Portos comerciais do continente ultrapassaram mesmo os 93,9 milhões de toneladas, valor que representa um crescimento de 5,1% face ao ano de 2015. A AMT salienta ainda que o desempenho se deve sobretudo «ao comportamento observado no Porto de Sines, cujo movimento ascendeu a 51,2 milhões de toneladas, +7,2 milhões de toneladas (+16,4%) superior ao verificado no ano anterior».

De resto, o Porto de Sines foi dos poucos que registou crescimento face a 2015, sendo apenas acompanhado nessa trajectória ascendente pelo Porto da Figueira da Foz que, salienta a AMT, «embora de pequena dimensão, registou um acréscimo de +3,7% (+74 mil toneladas)». A estes dois crescimentos contrapõem-se todas as evoluções dos restantes Portos do continente.

Entre as variações homólogas negativas, a AMT destaca o Porto de Lisboa «que fechou o ano de 2016 com quase -1,4 milhões de toneladas (-11,9%)». Também Setúbal (-509,6 mil toneladas e -6,8%), Leixões (-475,8 mil toneladas e -2,5%), Faro (-237,9 mil toneladas e -60%), Aveiro (-14,6 mil toneladas e -2,5%) e Viana do Castelo (-41,3 mil toneladas e -9,6%) registaram variações homólogas negativas.

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA