Investimento no Porto da Figueira da Foz captará maiores navios e aumentará 'hinterland'

De acordo com o jornal 'Diário de Coimbra', a Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, integrou os projectos desenvolvidos para o Porto da Figueira da Foz no plano 'Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária', num investimento - que terá o apoio de fundos comunitários - que ascenderá aos 36,1 milhões de euros, e num contexto temporal de dez anos, entre 2016 e 2026.

Os projectos, que se centrarão na melhoria da acessibilidade marítima, da segurança e da navegabilidade, poderão, segundo as estimativas apresentadas, conduzir a uma «captação de 933 mil toneladas de carga» até 2026. A Comunidade Portuária do Porto da Figueira da Foz (CPPFF), presidida por Gonçalo Vieira sublinhou que as melhorias infra-estruturais do aprofundamento da barra, do canal de navegação e da bacia de manobras abrirão a porta para a recepção de navios de maiores dimensões e expansão do 'hinterland' portuário.

«É crucial para o desenvolvimento do porto, da cidade, da região, da economia do mar e das empresas que actualmente o utilizam e de muitas outras que até agora não utilizam, para exportar e/ou importar os seus produtos, pela limitada acessibilidade marítima», comunicou a CPPFF, assim sublinhando a «a sua melhoria em 2010, com o prolongamento do molhe Norte, que permitiu duplicar o volume movimentado no porto».

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA