Sines foi a alavanca: Movimento nos portos nacionais atinge melhor marca de sempre

Até Outubro, os portos nacionais registaram a melhor marca de sempre no volume de mercadorias movimentadas, com um total de 77,3 milhões de toneladas - o valor representa um crescimento homólogo de 3,6%, face a um ano de 2015 que já tinha sido recordista.

Ao todo, até Outubro os portos portugueses movimentaram mais 2,7 milhões de toneladas do que no mesmo período de 2015. Porém, se o valor global é recordista e a evolução é positiva, importa realçar que este é alavancado, em exclusivo, pelo Porto de Sines que cresceu 14,5% e anulou os resultados dos restantes portos, todos eles com variações homólogas negativas.

Todos em quebra menos Sines

Como referido acima, apenas o Porto de Sines registou variação homóloga positiva até Outubro. O porto alentejano movimentou um total de 42,1 milhões de toneladas, mais 5,3 milhões de toneladas do que no mesmo período de 2015. E conseguiu assim absorver a quebra de 2,7 milhões de toneladas verificada nos restantes portos. Já o Porto de Faro, também gerido pela APS, continua sem qualquer movimento de carga desde Junho, uma vez que a Cimpor (a sua única cliente) interrompeu a actividade do Centro de Produção de Loulé, face às condições desfavoráveis do mercado de cimento.

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA