Ministra do Mar alerta: Porto de Leixões deve «antecipar» concurso para construção de novo terminal

O tempo urge, e, agora, o tempo é de acção: Ana Paula Vitorino revelou ontem que solicitou à Administração do Porto de Leixões que «tentasse antecipar» os prazos para o lançamento de um concurso tendo em vista a construção de um novo terminal de contentores. Na base está a necessidade do Porto de Leixões acolher navios de maiores dimensões - «é urgente que se antecipem os prazos», alertou, na abertura do Fórum Business2Sea, promovido pela Fórum Oceano, no Porto.

«É necessário aumentar a capacidade de acolhimento de navios maiores no Porto de Leixões e o novo terminal poderá fazer isso. É urgente que se antecipem os prazos porque não podemos adiar 10 anos, tem de ser uma matéria que temos de fazer já», declarou a Ministra do Mar, sublinhando a importância de «manter o Porto de Leixões como um dos principais portos do país», não esquecendo o fomento da sua «capacidade de se impor a nível internacional».

Para Ana Paula Vitorino, é simples: portos com amplas capacidades infra-estruturais são veículos cruciais de aumento do potencial do país e do sistema logístico nacional. «É extremamente importante que exista maior capacidade de movimentação de contentores e de movimentação de carga, como também, a médio prazo, para acolher navios maiores, que é essa a tendência a nível internacional», afirmou, revelando que as negociações que conduzirão ao investimento em Leixões estarão finalizadas nas próximas semanas.

«Está a ser concluída, dentro de duas ou três semanas no máximo, a renegociação para poder ser feito o investimento de ampliação da capacidade do terminal de contentores sul e do terminal de carga geral e de granéis de Leixões», afiançou a Ministra do Mar.

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA