Rumo aos 10 milhões de TEU: Governo quer novo terminal e expansão do Terminal XXI

O tempo urge no que toca aos investimentos de aumento de capacidade nos portos lusos, e o caso do Porto de Sines não foge à regra. Aliás, o mais dinâmico e portentoso porto nacional contempla há muito a sua expansão, nomeadamente no alargamento do Terminal XXI - por isso, o Executivo mostrou-se empenhado na celeridade das negociações com a concessionária PSA; e pensa ainda na edificação de um novo terminal..

A postura do Governo ficou clara, quando, Ana Paula Vitorino, Ministra do Mar, afirmou, nas jornadas Parlamentares do PS, que o Executivo já decidiu avançar para a «ampliação imediata» do Terminal XXI. As negociações com a concessionária PSA terão, assim, que avançar já; em adição, o novo terminal de contentores (o denominado Terminal Vasco da Gama) também será um objetivo urgente.

O reforço do Terminal XXI e a construção do Terminal Vasco da Gama possibilitarão ao Porto de Sines atingir uma capacidade de 4,5 milhões de TEU por ano (tem, atualmente, uma capacidade anual de movimentação de 2,1 milhões de TEU).

«Estas decisões permitem, dentro de 15 anos, chegar aos 10 milhões de TEU no Porto de Sines», afirmou, de forma ambiciosa, Ana Paula Vitorino, que revelou também a estratégia no que toca ao GNL: investir, de modo a tornar Sines numa «referência para portos de transbordo».

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA