Porto de Sines catapultou sistema portuário para 1º semestre recorde

Se é verdade que o acumulado global fez deste o melhor primeiro trimestre de sempre nos portos do continente, é de realçar que o resultado vem da performance alcançada em Sines, porto que registou um acréscimo de 10,5%, atingindo 24,1 milhões de toneladas.

O resultado excepcional de Sines contrastou com as variações negativas dos restantes portos, em particular a quebra de 18,6% em Lisboa, de 3,5% em Leixões e de 2,3% em Setúbal.

Assim, o porto de Sines reforçou a posição cimeira passando a representar 53,5% (+ 2,1% face ao inicio do ano) do total do movimento portuário, atingindo um movimento de 24,1 milhões de toneladas, elevando a sua taxa média anual de crescimento para 13,7%, considerando os períodos homólogos desde 2012. Na segunda posição encontra-se o porto de Leixões (19,6%), seguido de Lisboa (10,3%) e Setúbal (8,8%).
Autor/fonte:

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA