Leixões com subidas no ro-ro (34,6%) e carga fraccionada (20,9%) no 1º trimestre de 2016

Segundo dados revelados pela APDL, o movimento de mercadorias no porto de Leixões atingiu a fasquia dos 4,3 milhões de toneladas no primeiro trimestre de 2016. Quando comparado com o período homólogo de 2015, registou-se uma quebra de 3,9%. A movimentação de carga contentorizada cresceu 3,9%, enquanto a carga fraccionada subiu uns significativos 20,9% e a carga ro-ro 34,6%.

Os granéis sólidos e líquidos sofreram uma quebra relativamente ao primeiro trimestre de 2015. Estes resultados são explicados pela APDL com recurso às más condições climatéricas verificadas em Leixões neste período.

TCL voltou a ultrapassar marca dos 3000 TEU's diários e roçou fasquia dos 4000

Entretanto, a eficácia imparável e regular do Terminal de Contentores de Leixões (TCL)voltou a ficar bem patente, como habitualmente: depois de por várias vezes ter ultrapassado a barreira dos 3000 TEU's e até dos 3500, o TCL voltou, em Abril, a demonstrar a sua capacidade, ultrapassando os 3750 TEU's no dia 9 de Abril.

Foram assim operados oito navios e descarregados/carregados 2.227 contentores, a que corresponderam a excelente marca de 3.757 TEU's. A semana em questão ((4 a 10 de Abril) foi bastante atarefada no TCL: ao todo, adiantou o site do TCL, "foram operados 31 navios e movimentados, na frente de cais, 8.276 contentores, ou 13.507 TEU". Acrescenta o site que, "para o balanço ficar completo, somem-se os 7.167 contentores movimentados no parque, resultado da recepção de 3611 e da expedição de 3556 contentores que entraram/saíram do porto, por via terrestre".

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA