GOVERNO VAI FAZER NOVO ESTUDO ECONÓMICO-FINANCEIRO AO TERMINAL DO BARREIRO


O Governo vai fazer mais um estudo económico-financeiro ao projecto do Terminal do Barreiro e um outro à área de dragagens, que será realizado pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), anunciou esta quinta-feira a Ministra do Mar.

Na audição conjunta da Comissão de Orçamento e Finanças com a Comissão de Agricultura e Mar, Ana Paula Vitorino (na foto) afirmou que «será feito um estudo económico-financeiro, pois apenas foi realizado um estudo prévio e baseado num estudo que uma empresa privada tinha desenvolvido».

«Também na área de dragagens, atendendo às reservas colocadas publicamente por especialistas, será solicitado ao LNEC um estudo aprofundado sobre o assunto», anunciou a governante, na sua intervenção inicial no âmbito da apreciação, na especialidade, da Proposta de Lei do Orçamento do Estado para 2016 (OE2016).

Ana Paula Vitorino realçou que "o Porto de Lisboa merece ter decisões bem fundamentadas, que invertam o ciclo de decréscimo da procura".

Há um ano, o Governo liderado por Passos Coelho anunciou que o Barreiro era a única localização em cima da mesa para a instalação do terminal de contentores, avançando agora a candidatura a fundos comunitários para a realização de estudos de impacte ambiental.

O estudo prévio e de impacte ambiental do futuro terminal de contentores de Lisboa, no Barreiro, está a ser feito por um consórcio português, liderado pela Consulmar, que venceu o concurso internacional.

Este Governo vai ainda alargar o período de consulta pública do projeto do terminal de contentores no Barreiro, que "tinha sido encurtado pelo anterior Governo de 45 para 20 dias", estando previsto para agosto.

"É um assunto demasiadamente importante para ser apreciado pelas populações e entidades públicas e privadas de forma rápida enquanto o país está de férias", explicou na sua intervenção inicial no parlamento.

© APIBARRA 2007 - Todos os direitos reservados   |   Produzido por ETNAGA